Home · Baú do Jordão · Camargo Freire  · Campos do Jordão

Crônicas e Contos · Culinária  ·  Fotos Atuais · Fotos da Semana

  Fotografias · Hinos · Homenagens · Papéis de Parede · Poesias/Poemas 

PPS - Power Point · Quem Sou  · Símbolos Nacionais · Vídeos · Contato

 

Fotografias Semanais que contam a
 história de Campos do Jordão.

de 30/12 a 05/01/2017

 

 

Pessoas - GUY LEBRUN


Na foto da década de 1950, o saudoso Guy Boris Lebrun.

Guy Lebrun como era mais conhecido, nasceu na França em 1930 e veio para o Brasil em 1949. Era filho de Emile Xavier Raymond Lebrun e Georgette Pasquier. Foi casado com Gerda Angelika Lebrun e tiveram somente um filho Ivo Lebrun, nascido em São Paulo 09/novembro/1956. Em 1956 iniciou o trabalho de animações. Com o sucesso do seu trabalho e observando a aceitação de um mercado promissor, fundou a “Dinamic Filmes” onde criou personagens memoráveis. Entre esses personagens podemos citar, por exemplo: o Tio Wilson, a famosa Gotinha da Esso, os famosos e interessantes personagens utilizados nas propagandas e desenhos animados como o Arroz Brejeiro e seu companheiro o Marinheiro, muito utilizados nos comerciais veiculados na televisão brasileira, o Castor das Telhas Brasilit, os elementos químicos da Ultrafértil, na década de 1970 para a ATMA Brinquedos, criou o Bamba das Alpargatas, em 1976 criou o Gato das Pilhas Everedy, que ficou conhecida como “A pilha do Gato” e, muitos outros. Guy sempre muito envolvido com esse seu trabalho cativante, foi o profissional pioneiro na área a idealizar a animação no processo de alfabetização. Esse trabalho de arte e de forte demanda passou a ser desenvolvidos pelo “Studio Guy”. No ano de 1962 o INCE, com a direção de Guy Lebrun, produziu o filme H2O, dirigido à área didático/educacional. Também, no ano de 1966, da autoria de Guy Lebrun, foi produzida a série Alfabeto Animado. Fez também, um belo desenho animado para a Arno, com a famosa personagem de Walt Disney, Branca de Neve. Foram muitos os desenhos animados produzidos por Guy Lebrun e veiculados na televisão brasileira.

Esse trabalho maravilhoso desenvolvido com muita arte pelo saudoso Guy Lebrun, foi o responsável pela incansável procura dos pacotes do Arroz Brejeiro de cinco quilos. A criançada do final da década de 1960 e início da década de 1970, ficava ansiosamente aguardando que os pais comprassem esses pacotes do Arroz Brejeiro para poderem tirar do seu interior um lindo bonequinho com a figura do Arroz Brejeiro, idealizado pelo Guy Lebrun.

Não posso afirmar em que ano Guy Lebrun interrompeu seu magnífico trabalho e nos deixou para ir fazer animações divinas, com motivos e personagens celestiais Acredito que foi na década de 1980, porém, deixou muita saudade e um trabalho altamente maravilhoso e de grande valor para a animação brasileira..

Na década de 1960 o saudoso Guy Boris Lebrun freqüentava Campos do Jordão, para visitar seu pai, o saudoso amigo Emile Xavier Raymond Lebrun, mais conhecido como Monsieur Lebrun que, durante algum tempo, foi proprietário do Hotel Everest, situado em Vila Capivari, nas proximidades do conhecido Pensionato São José, no mesmo prédio onde anteriormente esteve estabelecida a famosa Pensão Glória e, posteriormente, o Hotel Helvetia.

Depois que vendeu o Hotel, Monsieur Lebrun passou a residir em uma das casinhas pertencentes ao Campos do Jordão Tênis Clube, localizada na área próxima às quadras de tênis. Com grande habilidade, especialmente com a famosa serrinha tico-tico e os pincéis, passou a trabalhar com a confecção de placas e logotipos comerciais, tendo feito muito sucesso na época.

Em várias oportunidades, Monsieur Lebrun nos brindou no Tênis Clube, com pequenos recitais de músicas clássicas, tocadas com grande habilidade em seu violoncelo, que ele, carinhosamente denominava rabecão.

Segundo o próprio Monsieur Lebrun, durante vários anos, participou como músico e membro da Orquestra Filarmônica da Bélgica.

OBS: Esta foto, da autoria do saudoso e grande fotógrafo Donato, foi gentilmente disponibilizada pelas queridas amigas Malú Donato e Luciana Donato, respectivamente, a esposa e a filha do saudoso amigo Donato.

 

 

 

Pessoas - Guy Lebrun e Família


Na foto da década de 1950, tirada em Campos do Jordão, na Estaçãozinha do Hotel Toriba, da Estrada de Ferro Campos do Jordão, da esquerda para a direita: o saudoso Guy Boris Lebrun com seu filho Ivo ao colo (nascido em 09/11/1956), sua esposa Gerda Angelika Lebrun, sua mãe Sra. Georgette Pasquier e seu pai Emile Xavier Raymond Lebrun, mais conhecido como Monsieur Lebrun.

Guy Lebrun como era mais conhecido, nasceu na França em 1930 e veio para o Brasil em 1949. Era filho de Emile Xavier Raymond Lebrun e Georgette Pasquier. Foi casado com Gerda Angelika Lebrun e tiveram somente um filho Ivo Lebrun, nascido em São Paulo 09/novembro/1956. Em 1956 iniciou o trabalho de animações. Com o sucesso do seu trabalho e observando a aceitação de um mercado promissor, fundou a “Dinamic Filmes” onde criou personagens memoráveis. Entre esses personagens podemos citar, por exemplo: o Tio Wilson, a famosa Gotinha da Esso, os famosos e interessantes personagens utilizados nas propagandas e desenhos animados como o Arroz Brejeiro e seu companheiro o Marinheiro, muito utilizados nos comerciais veiculados na televisão brasileira, o Castor das Telhas Brasilit, os elementos químicos da Ultrafértil, na década de 1970 para a ATMA Brinquedos, criou o Bamba das Alpargatas, em 1976 criou o Gato das Pilhas Everedy, que ficou conhecida como “A pilha do Gato” e, muitos outros. Guy sempre muito envolvido com esse seu trabalho cativante, foi o profissional pioneiro na área a idealizar a animação no processo de alfabetização. Esse trabalho de arte e de forte demanda passou a ser desenvolvidos pelo “Studio Guy”. No ano de 1962 o INCE, com a direção de Guy Lebrun, produziu o filme H2O, dirigido à área didático/educacional. Também, no ano de 1966, da autoria de Guy Lebrun, foi produzida a série Alfabeto Animado. Fez também, um belo desenho animado para a Arno, com a famosa personagem de Walt Disney, Branca de Neve. Foram muitos os desenhos animados produzidos por Guy Lebrun e veiculados na televisão brasileira.

Esse trabalho maravilhoso desenvolvido com muita arte pelo saudoso Guy Lebrun, foi o responsável pela incansável procura dos pacotes do Arroz Brejeiro de cinco quilos. A criançada do final da década de 1960 e início da década de 1970, ficava ansiosamente aguardando que os pais comprassem esses pacotes do Arroz Brejeiro para poderem tirar do seu interior um lindo bonequinho com a figura do Arroz Brejeiro, idealizado pelo Guy Lebrun.

Não posso afirmar em que ano Guy Lebrun interrompeu seu magnífico trabalho e nos deixou para ir fazer animações divinas, com motivos e personagens celestiais Acredito que foi na década de 1980, porém, deixou muita saudade e um trabalho altamente maravilhoso e de grande valor para a animação brasileira..

Na década de 1960 o saudoso Guy Boris Lebrun freqüentava Campos do Jordão, para visitar seu pai, o saudoso amigo Emile Xavier Raymond Lebrun, mais conhecido como Monsieur Lebrun que, durante algum tempo, foi proprietário do Hotel Everest, situado em Vila Capivari, nas proximidades do conhecido Pensionato São José, no mesmo prédio onde anteriormente esteve estabelecida a famosa Pensão Glória e, posteriormente, o Hotel Helvetia.

Depois que vendeu o Hotel, Monsieur Lebrun passou a residir em uma das casinhas pertencentes ao Campos do Jordão Tênis Clube, localizada na área próxima às quadras de tênis. Com grande habilidade, especialmente com a famosa serrinha tico-tico e os pincéis, passou a trabalhar com a confecção de placas e logotipos comerciais, tendo feito muito sucesso na época.

Em várias oportunidades, Monsieur Lebrun nos brindou no Tênis Clube, com pequenos recitais de músicas clássicas, tocadas com grande habilidade em seu violoncelo, que ele, carinhosamente denominava rabecão.

Segundo o próprio Monsieur Lebrun, durante vários anos, participou como músico e membro da Orquestra Filarmônica da Bélgica.

OBS: Esta foto, da autoria do saudoso e grande fotógrafo Donato, foi gentilmente disponibilizada pelas queridas amigas Malú Donato e Luciana Donato, respectivamente, a esposa e a filha do saudoso amigo Donato.

 

 

 

Pessoas - Guy Lebrun e Família


Na foto da década de 1950, tirada em Campos do Jordão, nas proximidades da Estaçãozinha do Hotel Toriba, da Estrada de Ferro Campos do Jordão, da esquerda para a direita: A Sra. Gerda Angelika Lebrun, seu marido o saudoso Guy Boris Lebrun com seu filho Ivo ao colo (nascido em 09/11/1956) e os pais de Guy Leburn, sua mãe Sra. Georgette Pasquier e seu pai Emile Xavier Raymond Lebrun, mais conhecido como Monsieur Lebrun.

Guy Lebrun como era mais conhecido, nasceu na França em 1930 e veio para o Brasil em 1949. Era filho de Emile Xavier Raymond Lebrun e Georgette Pasquier. Foi casado com Gerda Angelika Lebrun e tiveram somente um filho Ivo Lebrun, nascido em São Paulo 09/novembro/1956. Em 1956 iniciou o trabalho de animações. Com o sucesso do seu trabalho e observando a aceitação de um mercado promissor, fundou a “Dinamic Filmes” onde criou personagens memoráveis. Entre esses personagens podemos citar, por exemplo: o Tio Wilson, a famosa Gotinha da Esso, os famosos e interessantes personagens utilizados nas propagandas e desenhos animados como o Arroz Brejeiro e seu companheiro o Marinheiro, muito utilizados nos comerciais veiculados na televisão brasileira, o Castor das Telhas Brasilit, os elementos químicos da Ultrafértil, na década de 1970 para a ATMA Brinquedos, criou o Bamba das Alpargatas, em 1976 criou o Gato das Pilhas Everedy, que ficou conhecida como “A pilha do Gato” e, muitos outros. Guy sempre muito envolvido com esse seu trabalho cativante, foi o profissional pioneiro na área a idealizar a animação no processo de alfabetização. Esse trabalho de arte e de forte demanda passou a ser desenvolvidos pelo “Studio Guy”. No ano de 1962 o INCE, com a direção de Guy Lebrun, produziu o filme H2O, dirigido à área didático/educacional. Também, no ano de 1966, da autoria de Guy Lebrun, foi produzida a série Alfabeto Animado. Fez também, um belo desenho animado para a Arno, com a famosa personagem de Walt Disney, Branca de Neve. Foram muitos os desenhos animados produzidos por Guy Lebrun e veiculados na televisão brasileira.

Esse trabalho maravilhoso desenvolvido com muita arte pelo saudoso Guy Lebrun, foi o responsável pela incansável procura dos pacotes do Arroz Brejeiro de cinco quilos. A criançada do final da década de 1960 e início da década de 1970, ficava ansiosamente aguardando que os pais comprassem esses pacotes do Arroz Brejeiro para poderem tirar do seu interior um lindo bonequinho com a figura do Arroz Brejeiro, idealizado pelo Guy Lebrun.

Não posso afirmar em que ano Guy Lebrun interrompeu seu magnífico trabalho e nos deixou para ir fazer animações divinas, com motivos e personagens celestiais Acredito que foi na década de 1980, porém, deixou muita saudade e um trabalho altamente maravilhoso e de grande valor para a animação brasileira..

Na década de 1960 o saudoso Guy Boris Lebrun freqüentava Campos do Jordão, para visitar seu pai, o saudoso amigo Emile Xavier Raymond Lebrun, mais conhecido como Monsieur Lebrun que, durante algum tempo, foi proprietário do Hotel Everest, situado em Vila Capivari, nas proximidades do conhecido Pensionato São José, no mesmo prédio onde anteriormente esteve estabelecida a famosa Pensão Glória e, posteriormente, o Hotel Helvetia.

Depois que vendeu o Hotel, Monsieur Lebrun passou a residir em uma das casinhas pertencentes ao Campos do Jordão Tênis Clube, localizada na área próxima às quadras de tênis. Com grande habilidade, especialmente com a famosa serrinha tico-tico e os pincéis, passou a trabalhar com a confecção de placas e logotipos comerciais, tendo feito muito sucesso na época.

Em várias oportunidades, Monsieur Lebrun nos brindou no Tênis Clube, com pequenos recitais de músicas clássicas, tocadas com grande habilidade em seu violoncelo, que ele, carinhosamente denominava rabecão.

Segundo o próprio Monsieur Lebrun, durante vários anos, participou como músico e membro da Orquestra Filarmônica da Bélgica.

OBS: Esta foto, da autoria do saudoso e grande fotógrafo Donato, foi gentilmente disponibilizada pelas queridas amigas Malú Donato e Luciana Donato, respectivamente, a esposa e a filha do saudoso amigo Donato.

 

 

 

Pessoas - Guy Lebrun e Família


Na foto, na sede do “Campos do Jordão Tênis Clube de Turismo”, durante as festividades do Reveillon do ano de 1976, da esquerda para a direita: O saudoso Guy Boris Lebrun, sua esposa Sra. Gerda Angelika Lebrun, seu filho Ivo Lebrun e o avô, pai do Guy Lebrun, Emile Xavier Raymond Lebrun, mais conhecido como Monsieur Lebrun.

Guy Lebrun como era mais conhecido, nasceu na França em 1930 e veio para o Brasil em 1949. Era filho de Emile Xavier Raymond Lebrun e Georgette Pasquier. Foi casado com Gerda Angelika Lebrun e tiveram somente um filho Ivo Lebrun, nascido em São Paulo 09/novembro/1956. Em 1956 iniciou o trabalho de animações. Com o sucesso do seu trabalho e observando a aceitação de um mercado promissor, fundou a “Dinamic Filmes” onde criou personagens memoráveis. Entre esses personagens podemos citar, por exemplo: o Tio Wilson, a famosa Gotinha da Esso, os famosos e interessantes personagens utilizados nas propagandas e desenhos animados como o Arroz Brejeiro e seu companheiro o Marinheiro, muito utilizados nos comerciais veiculados na televisão brasileira, o Castor das Telhas Brasilit, os elementos químicos da Ultrafértil, na década de 1970 para a ATMA Brinquedos, criou o Bamba das Alpargatas, em 1976 criou o Gato das Pilhas Everedy, que ficou conhecida como “A pilha do Gato” e, muitos outros. Guy sempre muito envolvido com esse seu trabalho cativante, foi o profissional pioneiro na área a idealizar a animação no processo de alfabetização. Esse trabalho de arte e de forte demanda passou a ser desenvolvidos pelo “Studio Guy”. No ano de 1962 o INCE, com a direção de Guy Lebrun, produziu o filme H2O, dirigido à área didático/educacional. Também, no ano de 1966, da autoria de Guy Lebrun, foi produzida a série Alfabeto Animado. Fez também, um belo desenho animado para a Arno, com a famosa personagem de Walt Disney, Branca de Neve. Foram muitos os desenhos animados produzidos por Guy Lebrun e veiculados na televisão brasileira.

Esse trabalho maravilhoso desenvolvido com muita arte pelo saudoso Guy Lebrun, foi o responsável pela incansável procura dos pacotes do Arroz Brejeiro de cinco quilos. A criançada do final da década de 1960 e início da década de 1970, ficava ansiosamente aguardando que os pais comprassem esses pacotes do Arroz Brejeiro para poderem tirar do seu interior um lindo bonequinho com a figura do Arroz Brejeiro, idealizado pelo Guy Lebrun.

Não posso afirmar em que ano Guy Lebrun interrompeu seu magnífico trabalho e nos deixou para ir fazer animações divinas, com motivos e personagens celestiais Acredito que foi na década de 1980, porém, deixou muita saudade e um trabalho altamente maravilhoso e de grande valor para a animação brasileira..

Na década de 1960 o saudoso Guy Boris Lebrun freqüentava Campos do Jordão, para visitar seu pai, o saudoso amigo Emile Xavier Raymond Lebrun, mais conhecido como Monsieur Lebrun que, durante algum tempo, foi proprietário do Hotel Everest, situado em Vila Capivari, nas proximidades do conhecido Pensionato São José, no mesmo prédio onde anteriormente esteve estabelecida a famosa Pensão Glória e, posteriormente, o Hotel Helvetia.

Depois que vendeu o Hotel, Monsieur Lebrun passou a residir em uma das casinhas pertencentes ao Campos do Jordão Tênis Clube, localizada na área próxima às quadras de tênis. Com grande habilidade, especialmente com a famosa serrinha tico-tico e os pincéis, passou a trabalhar com a confecção de placas e logotipos comerciais, tendo feito muito sucesso na época.

Em várias oportunidades, Monsieur Lebrun nos brindou no Tênis Clube, com pequenos recitais de músicas clássicas, tocadas com grande habilidade em seu violoncelo, que ele, carinhosamente denominava rabecão.

Segundo o próprio Monsieur Lebrun, durante vários anos, participou como músico e membro da Orquestra Filarmônica da Bélgica.

OBS: Esta foto, da autoria do saudoso e grande fotógrafo Donato, foi gentilmente disponibilizada pelas queridas amigas Malú Donato e Luciana Donato, respectivamente, a esposa e a filha do saudoso amigo Donato.

 

 

 

Pessoas - Monsiuer Lebrun


Na foto da década de 1960, o saudoso amigo, belga de nascimento, jordanense de coração, monsieur Emile Xavier Raymond Lebrun, pai do saudoso Gui Lebrun, grande cartunista e desenhista, responsável pela elaboração de muitos desenhos animados e comerciais, para nossa televisão brasileira, nas décadas de 1950 a 1970.

Monsieur Lebrun, primeiramente, foi proprietário do Hotel Everest, situado em Vila Capivari, nas proximidades do conhecido Pensionato São José, no mesmo prédio monde anteriormente esteve estabelecida a famosa Pensão Glória e, posteriormente, o Hotel Helvetia.

Depois que vendeu o Hotel, Monsieur Lebrun passou a residir em uma das casinhas pertencentes ao “Campos do Jordão Tênis Clube”, localizada na área próxima às quadras de tênis.Com grande habilidade, especialmente com a famosa serrinha tico-tico e os pincéis, passou a trabalhar com a confecção de placas e logotipos comerciais, tendo feito muito sucesso na época.

Em várias oportunidades, Monsieur Lebrun nos brindou no Tênis Clube, com pequenos recitais de músicas clássicas, tocadas com grande habilidade em seu violoncelo, que ele, carinhosamente denominava rabecão.

Segundo o próprio Monsieur Lebrun, durante vários anos, participou como músico e membro da Orquestra Filarmônica da Bélgica.

OBS: Esta foto, da autoria do saudoso e grande fotógrafo Donato, foi gentilmente disponibilizada pelas queridas amigas Malú Donato e Luciana Donato, respectivamente, a esposa e a filha do saudoso amigo Donato.

 

 

 

Pessoas - Lebrun, Donato e Luciana


Na foto do dia 11 de agosto do ano de 1966, em frente ao tradicional “Restaurante Nevada”, já de propriedade do Sr. José Manoel Gonçalves, o conhecido Seu Zé do Nevada, da esquerda para a direita: Emile Xavier Raymond Lebrun, mais conhecido como Monsieur Lebrun, a linda garotinha Luciana Vitória Donato e seu pai o saudoso amigo Orestes Mário Donato que, nesse dia, estava completando 44 anos de vida.

O saudoso amigo, belga de nascimento, jordanense de coração, monsieur Emile Xavier Raymond Lebrun, pai do saudoso Gui Lebrun, grande cartunista e desenhista, responsável pela elaboração de muitos desenhos animados e comerciais, para nossa televisão brasileira, nas décadas de 1950 a 1970.

Monsieur Lebrun, primeiramente, foi proprietário do Hotel Everest, situado em Vila Capivari, nas proximidades do conhecido Pensionato São José, no mesmo prédio monde anteriormente esteve estabelecida a famosa Pensão Glória e, posteriormente, o Hotel Helvetia.

Depois que vendeu o Hotel, Monsieur Lebrun passou a residir em uma das casinhas pertencentes ao “Campos do Jordão Tênis Clube”, localizada na área próxima às quadras de tênis.Com grande habilidade, especialmente com a famosa serrinha tico-tico e os pincéis, passou a trabalhar com a confecção de placas e logotipos comerciais, tendo feito muito sucesso na época.

Em várias oportunidades, Monsieur Lebrun nos brindou no Tênis Clube, com pequenos recitais de músicas clássicas, tocadas com grande habilidade em seu violoncelo, que ele, carinhosamente denominava rabecão.

Segundo o próprio Monsieur Lebrun, durante vários anos, participou como músico e membro da Orquestra Filarmônica da Bélgica.

OBS: Esta foto foi gentilmente disponibilizada pelas queridas amigas Malú Donato e Luciana Donato, respectivamente, a esposa e a filha do saudoso amigo Donato.

Conheça mais sobre o amigo Donato

 

 

 

Pessoas - Malú Donato


Uma bela foto da década de 1960, da autoria do grande e saudoso amigo, de muitas habilidades e atividades, Orestes Mário Donato, também um valoroso, dedicado, grande e magistral fotógrafo que registrou imagens que permanecerão para sempre, valorizando a história e a cultura de Campos do Jordão. Na foto Donato mostra sua bela esposa, a querida Maria Lucia Felix Donato, mais conhecida como Malú Donato, da famosa loja de decorações de Campos do Jordão, “Malú Decorações”, localizada na Rua Engenheiro Diogo de Carvalho, em Vila Capivari, Campos do Jordão.

OBS: Esta foto, da autoria do saudoso amigo Orestes Mário Donato, foi gentilmente disponibilizada pelas queridas amigas Malú Donato e Luciana Donato, respectivamente, sua esposa e filha.

 

 

 

Pessoas - Malú Donato e Zé Tomás


Uma bela foto da década de 1990, da autoria do grande e saudoso amigo, de muitas habilidades e atividades, Orestes Mário Donato, também um valoroso, dedicado, grande e magistral fotógrafo que registrou imagens que permanecerão para sempre, valorizando a história e a cultura de Campos do Jordão. Na foto Donato mostra sua bela esposa, a querida Maria Lucia Felix Donato, mais conhecida como Malú Donato, da famosa loja de decorações de Campos do Jordão, “Malú Decorações”, localizada na Rua Engenheiro Diogo de Carvalho, em Vila Capivari, Campos do Jordão. Ao seu lado o saudoso amigo Dr. José Tomás da Silva, advogado e empresário de Campos do Jordão.

OBS: Esta foto, da autoria do saudoso amigo Orestes Mário Donato, foi gentilmente disponibilizada pelas queridas amigas Malú Donato e Luciana Donato, respectivamente, sua esposa e filha.

 

 

 

Pessoas - Malú Donato e Adolfo Torresin


Uma bela foto da década de 1990, da autoria do grande e saudoso amigo, de muitas habilidades e atividades, Orestes Mário Donato, também um valoroso, dedicado, grande e magistral fotógrafo que registrou imagens que permanecerão para sempre, valorizando a história e a cultura de Campos do Jordão. Na foto Donato mostra sua bela esposa, a querida Maria Lucia Felix Donato, mais conhecida como Malú Donato, da famosa loja de decorações de Campos do Jordão, “Malú Decorações”, localizada na Rua Engenheiro Diogo de Carvalho, em Vila Capivari, Campos do Jordão. Ao seu lado o saudoso amigo Sr. Adolfo Torresin, na época, Diretor de Turismo da Prefeitura Municipal de Campos do Jordão e proprietário do tradicional Hotel Vila Regina.

OBS: Esta foto, da autoria do saudoso amigo Orestes Mário Donato, foi gentilmente disponibilizada pelas queridas amigas Malú Donato e Luciana Donato, respectivamente, sua esposa e filha.

 

 

 

Pessoas - Neusa Maria, Adolfo e Malú Donato


Uma bela foto da década de 1990, da autoria do grande e saudoso amigo, de muitas habilidades e atividades, Orestes Mário Donato, também um valoroso, dedicado, grande e magistral fotógrafo que registrou imagens que permanecerão para sempre, valorizando a história e a cultura de Campos do Jordão. Na foto Donato mostra sua bela esposa, a querida Maria Lucia Felix Donato, mais conhecida como Malú Donato, da famosa loja de decorações de Campos do Jordão, “Malú Decorações”, localizada na Rua Engenheiro Diogo de Carvalho, em Vila Capivari, Campos do Jordão. Ao seu lado, da esquerda pra a direita, Neuza Maria Soares de Oliveira, do tradicional Jornal “Impacto Vale News” e o saudoso amigo Sr. Adolfo Torresin, na época, Diretor de Turismo da Prefeitura Municipal de Campos do Jordão e proprietário do tradicional Hotel Vila Regina.

OBS: Esta foto, da autoria do saudoso amigo Orestes Mário Donato, foi gentilmente disponibilizada pelas queridas amigas Malú Donato e Luciana Donato, respectivamente, sua esposa e filha.

 

 

 

Pessoas - Igreja Metodista - 1960


Uma foto histórica da década de 1960 mostrando, em frente à tradicional e histórica ”Igreja Metodista de Campos do Jordão” , cujo templo foi erguido no ano de 1944, pelo construtor Floriano Rodrigues Pinheiro, situado na Rua Francisco de Castro, em Vila Abernéssia.

Na foto, dentre muitos, estão: Luzia Helena Mamede, Eunice Sarmento, Amazília R. Diniz, Tânia Pina, Wânia Diniz, Albenik José Furtado, Iara Pires, Lygia Amadi, Efraim Diniz, Antonio Diniz, Maria Tereza Amadi de Andrade Costa, a saudosa Iracema Amadi, Yolanda Mercedes, Ana Lucia da Rosa Furtado, José Geraldo de Andrade, Sr. Francisco, Marly Souza Antunes de Lemos, Sr. João Furtado

OBS: Foto veiculada no Facebook.

 

 

Veja fotografias publicadas em outras semanas clicando aqui.

 

Voltar

 

- Campos do Jordão Cultura -