Home · Baú do Jordão · Camargo Freire  · Campos do Jordão

Crônicas e Contos · Culinária  ·  Fotos Atuais · Fotos da Semana

  Fotografias · Hinos · Homenagens · Papéis de Parede · Poesias/Poemas 

PPS - Power Point · Quem Sou  · Símbolos Nacionais · Vídeos · Contato

 

Fotografias Semanais que contam a
 história de Campos do Jordão.

de 10/10 a 16/10/2014

 

 

Hotéis - Staff do Grande Hotel - 1960


“Staff” (Equipe de funcionários, pessoal) do Grande Hotel de Campos do Jordão. Parte da excelente, famosa e primorosa Equipe de funcionários do Restaurante do Grande Hotel de Campos do Jordão na década de 1960. Essa equipe ficou famosa. Eles foram responsáveis pelo atendimento dos importantes hóspedes do Hotel durante várias décadas.

Na foto, da direita para a esquerda: Roberto Rosa, Avenino Rosa, Antonio Adolfo (o conhecido Toninho Rolinha), Francisco Crisol, Cecílio Crisol, José Alves dos Santos (o Monge), Antonio Crisol (o Cavalinho); Antonio Domingues da Silva (o conhecido Toninho Colarinho que, depois de aposentado, durante muitos anos, foi exímio instalador de antenas para televisão, aqui em Campos do Jordão); Vicente (o Turcão que depois, mudou para Belo Horizonte), Mario Utino; não identificado de gravata borboleta branca que, identificava os ajudantes de garçons (a gravata identificava a hierarquia no restaurante) e Paulo Scherer.

Paul Scherer foi um dos tripulantes do famoso navio alemão Windhuk que, em plena segunda guerra mundial (1939 - 1945), fugindo das embarcações da marinha inglesa, ancorou no porto de Santos-SP., no dia 07 de dezembro de 1939. Vários desses alemães, 34 (trinta e quatro) ao todo, que pertenciam à tripulação do Navio Windhuk (canto do vento) vieram para Campos do Jordão e se destacaram no ramo da hotelaria, especialmente nos Hotéis Toriba e Grande Hotel, como músicos, barmen, cozinheiros, garçons, maîtres d´hotel, gerentes de hotéis, cabeleireiros, confeiteiros; enfim, em atividades ligadas ao ramo da hotelaria e do bom atendimento ao turista.

OBS: Foto gentilmente cedida pela amiga Neusa Maria Costa, atualmente Neusa Maria Rosa Faria da Costa Moraes, filha do Sr. Avenino Rosa que está nesta foto do Staff do Grande Hotel e que muito ajudou na identificação dos funcionários.

 

 

 

Famílias - Família da Matta - 1940


Nesta foto, provavelmente do ano de 1946, parte da laboriosa Família da Matta, uma das pioneiras de Campos do Jordão.

Na foto, na parte de trás, da esquerda para direita: Guiomar, Maria de Lourdes; ao centro a Matriarca da Família Sra.Laurinda da Matta e Zilda Machado.

Sentados, na mesma ordem: Maria da Matta Machado, as meninas Nadir Machado e Neusa e José Julião Machado (marido da Sra. Maria da Matta e pai da Zilda Machado) e os filhos, Carlos Julião e Reinaldo.

OBS: Foto disponibilizada no Facebook por Denise Machado, bisneta da Sra. Laurinda da Matta e sobrinha do casal Sra. Maria da Matta e Sr. José Julião Machado.

 

 

 

Famílias - Família Andrade - 1960


Uma foto histórica da década de 1960, mostrando a Família Andrade que, durante muitos anos, residiu aqui em Campos do Jordão e depois foi para a cidade vizinha São José dos Campos.

Na foto, em pé, na parte de trás, à esquerda: Paulo de Andrade, o conhecido Paulinho da Livraria e Papelaria Pinheiro de Campos do Jordão que, na época, pertencia ao saudoso amigo Romeu Rodrigues Pinheiro, o conhecido Seu Zito. À direita José Alves de Andrade Neto, o Zezinho que, trabalhou algum tempo na Farmácia Emílio Ribas, em Vila Capivari, na época, de propriedade do Sr. Paulo Gracie. Depois, por vários anos, trabalhou na Companhia Sul Mineira de Eletricidade - CSME. Entre um e outro, quatro crianças ainda não identificadas.

Sentados, da esquerda para a direita: Regina Saar, Thereza Alves de Andrade Saar e a irmã Maria Helena Alves de Andrade, a Leninha, a mãe D. Rosária Andrade, viúva do saudoso amigo Sr. Geraldo Alves de Andrade, o conhecido Geraldo Botinha, da Companhia Sul Mineira de Eletricidade - CSME, e o novo marido Sr. Michelli Foschi, na época, um dos proprietários da famosa Confeitaria Italiana “CONFIT”, que esteve estabelecida no centrinho da Vila Capivari, na Av. Macedo Soares, 159, no mesmo local onde, posteriormente, foi instalado e permanece até os dias atuais, o Bar e Restaurante Nevada, de propriedade do saudoso Sr. José Manoel Gonçalves, o conhecido seu Zé do Nevada.

Na frente da foto, à esquerda, o saudoso Luiz Saar, marido da Thereza Saar. Ele, durante muitos anos, foi funcionário da Estrada de Ferro Campos do Jordão e trabalhou como Agente na Estação Emílio Ribas, em Vila Capivari.

Na foto estão também: Lucia, Antonio Andrade, Wanderley, Michele e Maria Caetano e Rosely Saar.

OBS: Foto disponibilizada no Facebook por Alberto Simplício.

 

 

 

Históricas - Confeitaria Italiana - 1960


Foto histórica do início da década de 1960, mostrando, em frente à Confeitaria Italiana - “CONFIT”, seus proprietários, os italianos, Sr. Michelli Foschi e Mário Cavandolli e mais um amigo não identificado.

A Confeitaria Italiana “CONFIT”, muito famosa em Campos do Jordão na década de 1960, especialmente pelos maravilhosos doces lá fabricados e pelo insuperável Panetone Milanês, de receita inédita e que fez muito sucesso durante as festividades natalinas e de final de ano. Esteve estabelecida no centrinho da Vila Capivari, na Av. Macedo Soares, 159, no mesmo local onde, posteriormente, foi instalado e permanece até os dias atuais, o Bar e Restaurante Nevada, de propriedade do saudoso Sr. José Manoel Gonçalves, o conhecido seu Zé do Nevada.

OBS: Foto gentilmente cedida pelo amigo José Gonçalves.

 

 

 

Pessoas - Rainha do Carnaval - Década 1960


Foto da década de 1960, acredito, do ano de 1963, mostrando a linda Maria Helena de Souza, que foi a Rainha do Carnaval de Campos do Jordão. A Maria Helena, depois, casou-se com o saudoso amigo Mário Cavandolli, um dos proprietários da famosa Confeitaria Italiana “CONFIT”, que esteve estabelecida no centrinho da Vila Capivari, na Av. Macedo Soares, 159, no mesmo local onde, posteriormente, foi instalado e permanece até os dias atuais, o Bar e Restaurante Nevada, de propriedade do saudoso Sr. José Manoel Gonçalves, o conhecido seu Zé do Nevada.

OBS: Foto gentilmente cedida pelo amigo José Gonçalves.

 

 

 

Pessoas - Maria Helena de Souza


Foto da década de 1960 mostrando: a linda Maria Helena de Souza, sentada num banco de concreto instalado em frente à Praça, atualmente denominada “Praça Marcos Damas Caldeira”. Ao fundo, a tradicional pérgula onde estava localizada a sede do Departamento Municipal de Turismo - DMTUR, mesmo local onde, posteriormente, esteve sediada a nossa Telefônica de Campos do Jordão, situada em frente à Estação de Vila Abernéssia, da Estrada de Ferro Campos do Jordão.

Maria Helena de Souza, pouco tempo após foi a Rainha do Carnaval de Campos do Jordão. A Maria Helena, depois, casou-se com o saudoso amigo Mário Cavandolli, um dos proprietários da famosa Confeitaria Italiana “CONFIT”, que esteve estabelecida no centrinho da Vila Capivari, na Av. Macedo Soares, 159, no mesmo local onde, posteriormente, foi instalado e permanece até os dias atuais, o Bar e Restaurante Nevada, de propriedade do saudoso Sr. José Manoel Gonçalves, o conhecido seu Zé do Nevada.

OBS: Foto gentilmente cedida pelo amigo José Gonçalves.

 

 

 

E.F.C.J. - Bonde B-3 - Década 1950


Uma bela foto da década de 1950 mostrando o tradicional Bonde, na época, B-3 (Bonde), atualmente A-3 (Automotriz), já reformado algumas vezes e completamente diferente dessa época. O Bonde B-3, na oportunidade, puxava um tradicional e interessante vagão de passageiros, carinhosamente denominado Classinha, estacionados em frente à antiga Estação de Vila Abernéssia, da Estrada de Ferro Campos do Jordão, localizada no mesmo local da atual.

Esses Bondes, na época, identificados com as siglas, B-1, B-2, B-3 e B-4, faziam regularmente, em diversos horários diários, o transporte de passageiros entre as cidades de Campos do Jordão e Pindamonhangaba e vice-versa. Enquanto estavam em Campos do Jordão, aguardando os horários regulares para retorno a Pindamonhangaba, nos vagões acoplados, transportava passageiros entre a Estação Emílio Ribas, de Vila Capivari e a Parada São Cristóvão, pouco adiante da entrada da cidade. Enquanto estavam em Pindamonhangaba, também aguardando os horários regulares para a vinda para Campos do Jordão, em vagões semelhantes, transportava passageiros entre a Estação de Pindamonhangaba até a Estação do Piracuama. Esses serviços eram conhecidos como “Subúrbios”, considerando que os Bondes puxando os vagões, trafegavam pelas cercanias da cidade.

 

 

 

Politica - Cidadãos Honorários - 1960


Uma foto histórica da década de 1960 mostrando, no recinto da Câmara Municipal de Campos do Jordão, o vereador Pedro Paulo Filho, cumprimentando o vereador e presidente da Câmara Municipal de Campos do Jordão, Dr. Fausto Bueno de Arruda Camargo (01.01.1966 a 31.12.1966) para, em seguida, entregar os títulos de “Cidadão Honorário”, ao Governador Laudo Natel (06/junho/1966 a 31/janeiro/1967, substituindo o governador eleito Adhemar de Barros) e ao Deputado Estadual Dr. Paulo Planet Buarque.

Ao fundo e sentado, Frei Dídimo Strunch, na época, Vigário da Paróquia de Santa Teresinha do Menino Jesus, de Campos do Jordão.

 

 

 

Pessoas - Mané Young - Saudades


Na foto disponibilizada no Facebook, o saudoso amigo e grande Chef Manoel Young Rodrigues, o conhecido Mané Young (1955 - 21/09/2014)

Infelizmente, enfrentando sérios problemas cardíacos, depois de muitas tentativas para seu restabelecimento, o querido amigo e grande Chef da nossa Culinária, Mané Young, não resistiu e nos deixou, ainda muito novo, com apenas 59 anos de idade, no último dia 21 de setembro de 2014. Deixou a mãe, Sra. Lúcia, a filha, Gabriela, a neta, Isadora, e irmãos.

Mané Young, na sua juventude, tentou seguir seus estudos. Infelizmente não deu continuidade. Cursou arquitetura e letras, porém, descobriu que sua verdadeira vocação era a culinária e a gstronomia, em toda sua plenitude. Como costumamos dizer na linguagem popular, sobre aqueles que gostam e apreciam essa maravilhosa arte - Mané gostava mesmo é de pilotar um fogão e as suas panelas. Um particular que, com certeza, persegue muitos Chefs da culinária tradicional, nacional e internacional: Gostava de fazer tudo que estivesse dentro da culinária dos pratos salgados, como costumamos dizer. Jamais gostou ou teve interesse em se dedicar ao ramo dos doces em geral.

Durante os últimos 16 (dezesseis anos), desde 1998, trabalhou em Campos do Jordão.

Era um homem bom, sensível, educado, atencioso e generoso. Nunca negou ajuda a quem lhe procurava para ouvir seus conselhos e aprender grandes segredos da culinária. Sempre que podia, desinteressadamente, ajudava a todos que o procuravam.

Mané Young gostava de prestigiar e elogiar as coisas boas e bem feitas dentro dos diversos ramos da gastronomia. Lembro que, em determinada época, entre 2004 e 2006, enquanto estava em plena atividade a saudosa “Confraria Maridos de Dona Flor”, de amantes da gastronomia, da qual fiz parte e que infelizmente acabou. Nessa época, nossas reuniões e encontros mensais, eram realizados, uma vez por mês, em algum dos grandes restaurantes da cidade, gentilmente cedidos, graciosamente, pelos proprietários e amigos, com direito à utilização das maravilhosas e bem montadas cozinhas. Na época éramos um grupo muito unido, composto de quatorze homens. Nas reuniões mensais, alguns se dedicavam à preparação das saladas, outros dos pratos principais e outros das sobremesas, além daqueles que preparavam os coquetéis. Nessa época, lembro-me bem, o Mané Young participou como nosso convidado, de uns dois desses jantares por nós preparados. Apreciou nosso trabalho, elogiou os pratos elaborados e nos deu algumas dicas valiosas.

Lembro-me que neste ano de 2014, encontrei-me algumas vezes com o Mané Young na nova e maravilhosa Confeitaria MILILI, dos amigos Bruno e Paula, situada aqui em Vila Abernéssia. Mané, nessas oportunidades, muito feliz, dizia com muito prazer: “vim até aqui para saborear a melhor coxinha de frango que já experimentei em toda minha vida.” Dizia também: “Além de comer vou levar coxinhas para minha netinha. Ela adora”. Vejam que simplicidade. Um grande, famoso e experiente Chef da nossa gastronomia, fazia questão de elogiar e dizer claramente, sem nenhum receio, que era a melhor que já havia experimentado em toda sua vida profissional.

Mané Young apesar do seu trabalho dedicado à gastronomia, sempre que podia, não deixou de escrever histórias interessantes. Com grande senso de humor e espírito altamente carismático, adorava escrever mini-contos, contando histórias pitorescas da sua grandiosa trajetória de vida de pessoa simples do interior, relatando o mais simples cotidiano Muitas dessas suas histórias, recentemente, foram por ele publicadas, durante um determinado período, através do seu Facebook, onde muitas pessoas curtiam e registravam comentários e elogios. Esperamos que essas suas histórias, dentro em breve, sejam eternizadas em um livro, com certeza, cuidadosamente organizadas pelo seu fiel e grande amigo José Cláudio Guimarães.

Mané Young deixou muitos amigos e, com certeza, muita saudade. Também, com certeza, seu trabalho profissional frente ao seu maravilhoso “Mané Young Buffet” dificilmente será esquecido.

Edmundo Ferreira da Rocha - 09/outubro/2014.



Abaixo, com pequenos ajustes necessários, um vasto histórico para mostrar a grandiosidade dos conhecimentos e serviços prestados pelo saudoso Chefe Mané Young, retirados do seu próprio site: www.buffetcamposdojordao.com.br, Mané Young Buffet:

Trabalhou nas décadas de 70, 80 e 90 nos mais renomados estabelecimentos da cidade de São Paulo, como Lei Seca, Casablanca, Posto 6, Baiúca Jardins, Oceania, Palace, Royal, entre outros.

A Partir de 1995 passou a realizar Eventos com o Buffet Mané Young.

Em 1998 mudou-se para Campos do Jordão, para projetar e implantar o Eco Parque Pesca na Montanha.

Fixou residência na cidade e em 2005 iniciando serviços de buffet e catering com sua própria grife – “ Buffet Mané Young”, localizado na Avenida Dr. Adhemar de Barros, 475, em Vila Abernéssia, há poucos metros do nosso tradicional Mercado Municipal, em Campos do Jordão-SP.onde atendeu seus clientes, amigos e admiradores do seu maravilhoso requintado trabalho dedicado à fina culinária, especialmente, para a preparação de festas e acontecimentos marcantes.

Colaborou com as melhores publicações e sites de gastronomia, com textos para a Revista Gula, Claudia Cozinha, Portal do Sabor, Amélia, Revista Ana Maria, IG, Jornal Vale Paraibano e outros. Teve longo currículo na TV, com participações em programas como Mais Você (Ana Maria Braga), Todo Seu (Ronnie Von), A Noite é Uma Criança (Otávio Mesquita), Programa Goulart de Andrade, além de algumas participações na TV Vanguarda, Band Vale, TV Aparecida e TVA.

Como palestrante e professor ministrou aulas no SENAC Campos do Jordão, na Equipotel, na EBS Feira de Evento, na Cozinha Experimental do Pão de Açúcar, G&E, ABEOCSP entre outras empresas, entidades e eventos.

TRAJETÓRIA PROFISSIONAL:

•Bar Lei Seca (São Paulo 1976-1978)
•Bar Casablanca (São Paulo 1979)
•Hotel Parque da Cachoeira (Ilha Bela 1980-1981)
•Sanduicheria e Bar Posto Seis (São Paulo 1983)
•Restaurante Baiúca Jardins e Morumbi Fashion (São Paulo 1984-1986)
•Casa de Shows, Bar e Restaurante Dama Xoc (São Paulo 1987-1988)
•Bar e Restaurante Oceania (São Paulo 1988-1989)
•Bar e Restaurante Royal (São Paulo 1990-1995)
•Casa de Shows Palace (São Paulo 1995-1998)
•Buffet Mané Young (São Paulo e Campos do Jordão 1995-2012)
•Lagoon (Rio de Janeiro 1997)
•Yatch Club da Ilha Bela (1998)
•Bar Água Benta (1999)
•Pesca na Montanha (Campos do Jordão/São Bento do Sapucaí 1995-2005)
•Casa Jordão (Campos do Jordão 2006/2009)
•Espaço W (Ubatuba 2O11)


REDATOR DE GASTRONOMIA


•REVISTA CLÁUDIA COZINHA
•REVISTA GULA
•REVISTA GASTRONOMIA NA MONTANHA
•REVISTA DE ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DE CAMPOS DO JORDÃO
•PORTAL DE CAMPOS – SITE DA CIDADE DE CAMPOS DO JORDÃO
•PORTAL DO SABOR – MEGA SITE DE GASTRONOMIA DA EDITORA ABRIL
•SITE AMELIA / PÃO DE AÇÚCAR
•SITE SUA RECEITA
•SITE GUTA CHAVES
•REVISTA DO HOSPITAL ALBERT EINSTEIN
•REVISTA CAMPINAS DELIVERY


PROFESSOR E PALESTRANTE


•ESCOLA DE CULINARIA WILMA KOWESI 1996/1997
•I WORK SHOP DE INTEGRAÇÃO ARTÍSTICA BRASIL/ ALEMANHA 2001
•SENAC CAMPOS DO JORDÃO 1999/ 2001 /2002 /2003
•EDUCAÇÃO CONTINUADA SENAC CAMPOS DO JORDÃO 2007/2008
•SECRETARIA DE CULTURA DE SÃO BENTO DO SAPUCAÍ
•PALESTRA CULINARIA BRASILEIRA EQUIPOTEL 2007
•GASTRONOMIA SHOW EQUIPOTEL 2007
•PALESTRA CULINARIA BRASILEIRA EQUIPOTEL 2008
•GASTRONOMIA SHOW EQUIPOTEL 2008
•CULINARIA SHOW/PALESTRA CULINARIA BRASILEIRA - POUSADA DO RIO QUENTE 07 DE 2008
•CULINARIA SHOW – COZINHAS PLANEJADAS G & E

 

 

 

Pessoas - Mané Young - Saudades


Na foto disponibilizada no Facebook, o saudoso amigo e grande Chef Manoel Young Rodrigues, o conhecido Mané Young (1955 - 21/09/2014)

Infelizmente, enfrentando sérios problemas cardíacos, depois de muitas tentativas para seu restabelecimento, o querido amigo e grande Chef da nossa Culinária, Mané Young, não resistiu e nos deixou, ainda muito novo, com apenas 59 anos de idade, no último dia 21 de setembro de 2014. Deixou a mãe, Sra. Lúcia, a filha, Gabriela, a neta, Isadora, e irmãos.

Mané Young, na sua juventude, tentou seguir seus estudos. Infelizmente não deu continuidade. Cursou arquitetura e letras, porém, descobriu que sua verdadeira vocação era a culinária e a gstronomia, em toda sua plenitude. Como costumamos dizer na linguagem popular, sobre aqueles que gostam e apreciam essa maravilhosa arte - Mané gostava mesmo é de pilotar um fogão e as suas panelas. Um particular que, com certeza, persegue muitos Chefs da culinária tradicional, nacional e internacional: Gostava de fazer tudo que estivesse dentro da culinária dos pratos salgados, como costumamos dizer. Jamais gostou ou teve interesse em se dedicar ao ramo dos doces em geral.

Durante os últimos 16 (dezesseis anos), desde 1998, trabalhou em Campos do Jordão.

Era um homem bom, sensível, educado, atencioso e generoso. Nunca negou ajuda a quem lhe procurava para ouvir seus conselhos e aprender grandes segredos da culinária. Sempre que podia, desinteressadamente, ajudava a todos que o procuravam.

Mané Young gostava de prestigiar e elogiar as coisas boas e bem feitas dentro dos diversos ramos da gastronomia. Lembro que, em determinada época, entre 2004 e 2006, enquanto estava em plena atividade a saudosa “Confraria Maridos de Dona Flor”, de amantes da gastronomia, da qual fiz parte e que infelizmente acabou. Nessa época, nossas reuniões e encontros mensais, eram realizados, uma vez por mês, em algum dos grandes restaurantes da cidade, gentilmente cedidos, graciosamente, pelos proprietários e amigos, com direito à utilização das maravilhosas e bem montadas cozinhas. Na época éramos um grupo muito unido, composto de quatorze homens. Nas reuniões mensais, alguns se dedicavam à preparação das saladas, outros dos pratos principais e outros das sobremesas, além daqueles que preparavam os coquetéis. Nessa época, lembro-me bem, o Mané Young participou como nosso convidado, de uns dois desses jantares por nós preparados. Apreciou nosso trabalho, elogiou os pratos elaborados e nos deu algumas dicas valiosas.

Lembro-me que neste ano de 2014, encontrei-me algumas vezes com o Mané Young na nova e maravilhosa Confeitaria MILILI, dos amigos Bruno e Paula, situada aqui em Vila Abernéssia. Mané, nessas oportunidades, muito feliz, dizia com muito prazer: “vim até aqui para saborear a melhor coxinha de frango que já experimentei em toda minha vida.” Dizia também: “Além de comer vou levar coxinhas para minha netinha. Ela adora”. Vejam que simplicidade. Um grande, famoso e experiente Chef da nossa gastronomia, fazia questão de elogiar e dizer claramente, sem nenhum receio, que era a melhor que já havia experimentado em toda sua vida profissional.

Mané Young apesar do seu trabalho dedicado à gastronomia, sempre que podia, não deixou de escrever histórias interessantes. Com grande senso de humor e espírito altamente carismático, adorava escrever mini-contos, contando histórias pitorescas da sua grandiosa trajetória de vida de pessoa simples do interior, relatando o mais simples cotidiano Muitas dessas suas histórias, recentemente, foram por ele publicadas, durante um determinado período, através do seu Facebook, onde muitas pessoas curtiam e registravam comentários e elogios. Esperamos que essas suas histórias, dentro em breve, sejam eternizadas em um livro, com certeza, cuidadosamente organizadas pelo seu fiel e grande amigo José Cláudio Guimarães.

Mané Young deixou muitos amigos e, com certeza, muita saudade. Também, com certeza, seu trabalho profissional frente ao seu maravilhoso “Mané Young Buffet” dificilmente será esquecido.

Edmundo Ferreira da Rocha - 09/outubro/2014.

Abaixo, com pequenos ajustes necessários, um vasto histórico para mostrar a grandiosidade dos conhecimentos e serviços prestados pelo saudoso Chefe Mané Young, retirados do seu próprio site: www.buffetcamposdojordao.com.br, Mané Young Buffet:

Trabalhou nas décadas de 70, 80 e 90 nos mais renomados estabelecimentos da cidade de São Paulo, como Lei Seca, Casablanca, Posto 6, Baiúca Jardins, Oceania, Palace, Royal, entre outros.

A Partir de 1995 passou a realizar Eventos com o Buffet Mané Young.

Em 1998 mudou-se para Campos do Jordão, para projetar e implantar o Eco Parque Pesca na Montanha.

Fixou residência na cidade e em 2005 iniciando serviços de buffet e catering com sua própria grife – “ Buffet Mané Young”, localizado na Avenida Dr. Adhemar de Barros, 475, em Vila Abernéssia, há poucos metros do nosso tradicional Mercado Municipal, em Campos do Jordão-SP.onde atendeu seus clientes, amigos e admiradores do seu maravilhoso requintado trabalho dedicado à fina culinária, especialmente, para a preparação de festas e acontecimentos marcantes.

Colaborou com as melhores publicações e sites de gastronomia, com textos para a Revista Gula, Claudia Cozinha, Portal do Sabor, Amélia, Revista Ana Maria, IG, Jornal Vale Paraibano e outros. Teve longo currículo na TV, com participações em programas como Mais Você (Ana Maria Braga), Todo Seu (Ronnie Von), A Noite é Uma Criança (Otávio Mesquita), Programa Goulart de Andrade, além de algumas participações na TV Vanguarda, Band Vale, TV Aparecida e TVA.

Como palestrante e professor ministrou aulas no SENAC Campos do Jordão, na Equipotel, na EBS Feira de Evento, na Cozinha Experimental do Pão de Açúcar, G&E, ABEOCSP entre outras empresas, entidades e eventos.

TRAJETÓRIA PROFISSIONAL:

•Bar Lei Seca (São Paulo 1976-1978)
•Bar Casablanca (São Paulo 1979)
•Hotel Parque da Cachoeira (Ilha Bela 1980-1981)
•Sanduicheria e Bar Posto Seis (São Paulo 1983)
•Restaurante Baiúca Jardins e Morumbi Fashion (São Paulo 1984-1986)
•Casa de Shows, Bar e Restaurante Dama Xoc (São Paulo 1987-1988)
•Bar e Restaurante Oceania (São Paulo 1988-1989)
•Bar e Restaurante Royal (São Paulo 1990-1995)
•Casa de Shows Palace (São Paulo 1995-1998)
•Buffet Mané Young (São Paulo e Campos do Jordão 1995-2012)
•Lagoon (Rio de Janeiro 1997)
•Yatch Club da Ilha Bela (1998)
•Bar Água Benta (1999)
•Pesca na Montanha (Campos do Jordão/São Bento do Sapucaí 1995-2005)
•Casa Jordão (Campos do Jordão 2006/2009)
•Espaço W (Ubatuba 2O11)


REDATOR DE GASTRONOMIA


•REVISTA CLÁUDIA COZINHA
•REVISTA GULA
•REVISTA GASTRONOMIA NA MONTANHA
•REVISTA DE ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DE CAMPOS DO JORDÃO
•PORTAL DE CAMPOS – SITE DA CIDADE DE CAMPOS DO JORDÃO
•PORTAL DO SABOR – MEGA SITE DE GASTRONOMIA DA EDITORA ABRIL
•SITE AMELIA / PÃO DE AÇÚCAR
•SITE SUA RECEITA
•SITE GUTA CHAVES
•REVISTA DO HOSPITAL ALBERT EINSTEIN
•REVISTA CAMPINAS DELIVERY


PROFESSOR E PALESTRANTE


•ESCOLA DE CULINARIA WILMA KOWESI 1996/1997
•I WORK SHOP DE INTEGRAÇÃO ARTÍSTICA BRASIL/ ALEMANHA 2001
•SENAC CAMPOS DO JORDÃO 1999/ 2001 /2002 /2003
•EDUCAÇÃO CONTINUADA SENAC CAMPOS DO JORDÃO 2007/2008
•SECRETARIA DE CULTURA DE SÃO BENTO DO SAPUCAÍ
•PALESTRA CULINARIA BRASILEIRA EQUIPOTEL 2007
•GASTRONOMIA SHOW EQUIPOTEL 2007
•PALESTRA CULINARIA BRASILEIRA EQUIPOTEL 2008
•GASTRONOMIA SHOW EQUIPOTEL 2008
•CULINARIA SHOW/PALESTRA CULINARIA BRASILEIRA - POUSADA DO RIO QUENTE 07 DE 2008
•CULINARIA SHOW – COZINHAS PLANEJADAS G & E

 

 

Veja fotografias publicadas em outras semanas clicando aqui.

 

Voltar

 

- Campos do Jordão Cultura -